Retrospectiva de um ano de home office

Há exatamente um ano, ingressávamos em uma viagem sem data para acabar. Seria um mês? Três meses? “Até o meio do ano, pelo menos”, disse alguém. Só sabíamos o destino. Estávamos partindo para dentro de nós mesmos, cada um para sua casa, mas precisando nos conectar mais do que nunca entre nós. Dia 17 de março de 2020 a Incomum entrou em home office, ainda sem previsão para sair.

Os clientes estavam – e estão! – com novas e importantes necessidades. Ou seja, no meio de toda essa mudança interna pela qual passamos, também vieram junto demandas diferentes, circunstâncias desconhecidas, respostas incertas. Se o mundo da comunicação nunca foi terreno muito firme e inequívoco para se atravessar, podemos assegurar que agora virou areia movediça.

Nesses 12 meses, exercitamos nosso poder de adaptação, mudando substancialmente as rotinas e processos para que a agência funcionasse na mesma batida de antes. E arriscamos dizer mais: para que funcionasse melhor. E está.

O online virou a regra. O off-line, uma exceção. Os desafios foram all-line (apesar de odiarmos essa palavra):

  • Precisamos aprender sobre contaminação, vírus e prevenção, para poder acertar o tom e comunicar com a máxima precisão;
  • Acompanhamos produções de vídeos à distância;
  • Conseguimos ajudar no lançamento de uma filial de supermercado, cuidando ao máximo como fazer de forma responsável, e a loja virou referência em cuidado e precaução;
  • Fizemos uma revista para um player nacional que, no meio do caminho, se ampliou e depois virou uma grande ação de valorização de marca;
  • No momento em que estar em casa se tornou uma prioridade, ajudamos a lançar um empreendimento marco na cidade, tudo on-line;
  • Fizemos campanha com serenatas para idosos, devidamente distanciados;
  • Fizemos lives de arrecadação de doações;
  • Descobrimos novas plataformas de encontro virtual para convenções de vendas;
  • Exageramos tanto no WhatsApp, que foi preciso substituí-lo por uma ferramenta mais apropriada para o trabalho;
  • Ganhamos novos clientes;
  • Tomamos café pelo Meet, cantamos juntos pelo Zoom;
  • Torcemos pela saúde das famílias dos outros como se fossem a nossa.

Muitos setores foram abalados profundamente pela pandemia, mas o nosso continuou pulsante. Nesse ponto, só temos a agradecer por conseguirmos nos manter funcionando, ativos e úteis.

Períodos inesperados como este são provações a nossa persistência, criatividade, união e espírito coletivo. Experimentamos como nunca cada um de nossos quatro pilares: verdade, inovação, bem-comum e entusiasmo.

Assim como de uma viagem, temos a certeza que voltaremos transformados, com as almas marcadas e mais fortes que antes.

—-

Quer saber mais sobre o trabalho da Incomum? Marque uma conversa com a gente.
 

Compartilhe este conteúdo
LinkedIn
Twitter
Facebook
Pesquisar

Newsletter Incomum

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Entre em contato e cuidaremos da sua marca.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Para mais informações, visite nossa Política de Privacidade.