Aba 1

BLOG|INCOMUM*

Postado em 29 de Abril às 11h24

Branding com o jeito Incomum: por que a marca é descoberta, não inventada

Na agência Incomum, defendemos um processo de branding sem atropelos, que respeite toda a história, cultura e propósito que vem antes.

Branding
é um termo do marketing que passou a ser bastante usado e conhecido nos últimos anos — não apenas entre os profissionais da área, mas também entre empreendedores de todos os setores.

Muita coisa se fala sobre o assunto. Mas também tem coisa que se fala pouco: você sabia que, para o criativo dar cara a uma marca, tem toda uma história e uma cultura que devem ser levadas em conta?

Neste post, vamos explicar por que acreditamos que a marca é mais descoberta do que inventada — ou seja, o branding é uma consequência de muita coisa que vem antes.

Siga a leitura para entender!

O que é branding?

Branding é um conjunto de práticas que visam criar e gerir marcas.

Marca é o que faz um produto ou serviço ser reconhecido e diferenciado de outros. Não é apenas seu nome e logotipo, mas também valores e conceitos atribuídos a ele.

Muitas das definições sobre o que é branding que encontramos por aí focam na conexão que a marca precisa ter com o consumidor.
O que está totalmente correto: é preciso pesquisar e observar o perfil do público-alvo para criar uma identidade que esteja na mesma frequência dele.

Antes disso, porém, o processo de branding precisa focar na conexão entre a marca e o produto/empresa.

É o que afirmamos antes: o processo de branding tem mais a ver com descoberta do que com invenção. Criar uma marca, no modo de pensar da Incomum, é dar uma cara, resumir com elementos visuais e conceitos algo que já está lá.

Branding com o jeito Incomum

Na agência Incomum, conduzimos um trabalho de comunicação estratégica, que é feito sem atropelos. Defendemos que comunicação não é fast-food. Para fazer bem feito, toma tempo.

Temos uma metodologia chamada Plano de Voo, que divide este trabalho em quatro etapas:

  • Diagnóstico: A etapa de coleta de dados (com entrevistas, pesquisas, visitas e análises), que funciona como uma verdadeira sessão de terapia.
  • Conceito: Nesta etapa, os dados levantados no diagnóstico são transformados em algo palpável e autoexpressivo.
  • Rotas: O conceito é desdobrado em ações estratégicas que ajudem a reforçá-lo e divulgá-lo da forma certa.
  • Decolagem: É quando todo o esforço das etapas anteriores é colocado em prática. As coisas saem para rua e acontecem.

Apesar de não usarmos este nome, o Plano de Voo tem muito a ver com o processo de branding. Na etapa de conceito, a marca toma corpo (ou é transformada, em cases de reposicionamento de marca).

Mas não se chegaria até esse conceito sem o diagnóstico, em que os líderes do negócio são ouvidos, para que entendamos sua história e suas motivações.

Depois disso, aí sim o foco é no consumidor — e, principalmente, na conexão do produto/empresa com esse consumidor.

Qual o valor que a empresa oferece ao consumidor? Como os dois se relacionam? Quais os diferenciais dos produtos ou serviços? Como a companhia resolve a dor do consumidor?

Na visão da Incomum, o papel do branding é condensar em uma marca as respostas às perguntas acima.

E quando se trata de uma empresa nova?

Se a empresa ainda está sendo criada, não temos como considerar sua história e cultura organizacional no processo de branding, certo?

A empresa pode não ter uma história ainda, mas as pessoas que a criaram sim. Eles têm uma trajetória e, principalmente, um propósito que os motivou a criar a companhia. É a partir daí que o trabalho do branding começa.

Conheça a Incomum e o Plano de Voo

Outra coisa que pouca gente fala sobre o branding é que a construção de uma marca é um processo que nunca termina.

Por isso, é muito importante contar com um parceiro de comunicação estratégica, que está sempre pronto para observar como as coisas se desenrolam na prática e agir quando é necessário reavaliar os rumos.

Essa é a proposta da Incomum: ser seu braço direito nessa jornada. Quer saber mais sobre o modo como trabalhamos? Marque uma conversa :)

Para saber mais sobre o Plano de Voo, leia o artigo "Sua empresa possui um Plano De Voo?".

Veja também

Eu Amo o Nordeste: conheça o case do Arroz Emoções27/07 Nada melhor do que começar esse case contando sobre o pontapé inicial da parceria entre Incomum e a Nelson Wendt Alimentos, responsável pelo Arroz Emoções. Segundo Cuca, sócio e diretor de criação da agência, essa história começou pelo ano de 1996: “Era uma tarde de verão quando um homem alto, loiro, estereótipo dos......
Case de reposicionamento de marca no agronegócio20/07 Em outubro de 2020, a Planfer entrou em contato com a Agência Incomum para iniciar uma parceria com o objetivo de reposicionar sua marca, mostrando sua visão de futuro e resgatando a personalidade da empresa ao mesmo tempo — incluindo isso......
VELOCIDADE DE VENDAS RECORDE DA IDEALIZA28/06 Estratégia de vendas faz de collab com livraria um case de sucesso no Parque Una O primeiro lançamento no Parque Una feito em collab foi um sucesso tão grande que a Idealiza Verticais logo decidiu fazer outro. Só que agora, ao......

Voltar para Blog

newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Nome
E-mail
Resolva :

tags blog