Aba 1

BLOG|INCOMUM*

Postado em 12 de Janeiro às 16h04

A imagem da sua empresa não pode ficar em segundo lugar nas prioridades: entenda o motivo!

Conteúdo (144)

Você sabe realmente qual é a importância da imagem de sua empresa e como ela é apresentada para o mundo? Entenda mais sobre o assunto aqui! 

Há quem pense que a imagem da empresa é tudo. Nós gostamos de inverter essa ordem e dizer que tudo é a imagem da empresa.

A lógica é simples: tudo que a organização faz reflete na sua imagem. Suas ações, práticas e condutas do dia a dia são os fatores principais que constroem a identidade institucional.

Isso não quer dizer que o marketing é insignificante. Sua função é "ligar os pontos" e dar cara àquele "tudo" que compõe a imagem da empresa, facilitando o reconhecimento dos atributos da organização. Ao longo deste post, vamos explicar melhor como ocorre esse processo.

O que é a imagem de uma empresa?

A imagem da empresa é a percepção que o público consumidor tem da organização.

Ela tem a ver com as características mais tangíveis, como o visual: o logo, a embalagem, as cores, a aparência dos produtos, dos funcionários, uniformes etc.

Mas também com características mais subjetivas e simbólicas, como a publicidade, a conduta da empresa com seus clientes, os valores defendidos e suas repercussões na sociedade.

A imagem da empresa, portanto, é construída a partir de uma conjunção de fatores.

Qual é a importância da imagem da empresa?

Muitos estrategistas de marketing e empresários não se importam tanto com esse conceito por acreditarem que ele não tem um grande impacto nas vendas.

No entanto, o modo como a sua marca é percebida pelos clientes — e pelos potenciais clientes — é fundamental para explicar como o seu produto ou serviço está ganhando ou perdendo espaço.

Afinal, o sucesso nas vendas depende muito da adesão das pessoas à marca, e a imagem da empresa no mercado é a variavel que determina essa adesão.

Então, se você não consegue conquistar as pessoas com uma imagem atrativa, acaba perdendo em todas as métricas.

Atributos que fazem parte da imagem de uma empresa

A maioria dos consumidores não se preocupa em traduzir a percepção que tem de uma marca em adjetivos. Geralmente, as qualidades que percebem na empresa ficam no subconsciente — mas acabam interferindo na decisão de compra.

Então, para gerir a imagem institucional da empresa, pensar nesses adjetivos é um bom exercício. Como você enxerga a sua empresa e como gostaria que ela fosse enxergada pelo público?
 

Veja alguns exemplos de características que a imagem da empresa pode transmitir:

  • Humana
  • Eficiente
  • Inovadora
  • Ágil
  • Descomplicada
  • Sustentável
  • Responsável
  • Grande
  • Importante
  • Acolhedora
  • Ética
  • Simpática

Você pode ter notado que algumas características são mais comumente atribuídas a pessoas. Isso é curioso, mas não deixa de fazer sentido — afinal, um CNPJ nada mais é do que uma junção de vários CPFs trabalhando em harmonia.

E quando se trata de um CNPJ de um CPF só? Nesse caso, é preciso avaliar o quanto a imagem da empresa é você e quando faz sentido separar a marca da sua imagem pessoa.

Para uma pessoa pública (como um palestrante ou influencer), a imagem da empresa costuma ser ela própria. Já um empreendedor individual que presta consultoria para indústrias tem mais facilidade para separar o CNPJ e o CPF.

Como melhorar a imagem da empresa?

Quando a empresa toma consciência do impacto da percepção do público sobre o negócio nas vendas — e quando o marketing é acionado para uma solução —, inicia-se um processo que transcorre nas seguintes etapas.

1. Diagnóstico
A ideia do diagnóstico é investigar qual é a imagem real da empresa, ou seja, como as pessoas, de fato, a enxergam e que valores atribuem a ela.
Na Incomum, encaramos o diagnóstico com muita seriedade, realizando entrevistas em profundidade com líderes, colaboradores e clientes, praticando jornadas de compra, observando e escutando muito.

2. Conceito
Com os dados do diagnóstico, encaramos o desafio de transformar as descobertas em algo palpável e autoexpressivo. Definimos os pilares conceituais da marca, verbalizamos em um slogan (ou conceito verbal) e criamos, se necessário, sua expressão visual (o logotipo).
O conceito serve para criar um lugarzinho para a marca dentro do coração do consumidor.

3. Planejamento
A fase seguinte é montar um planejamento com ações que promovam a imagem que realmente se deseja alcançar.
A definição dos canais e das mensagens promovidas nessas ações estratégicas vai depender muito do tipo de produto ou serviço ofertado e das características do público e do mercado.

Como recuperar a imagem de uma empresa?

Um dos problemas mais comuns é a distância entre a imagem que uma empresa pretende ter e a imagem que o público tem dela, a partir de suas ações, sua conduta, repercussões na mídia e na sociedade.

Um dos exemplos mais comuns são as das empresas de alimentos que anunciam uma linha "saudável" ou "detox" — se apresentando como marcas "saudáveis" — e acabam sendo desmascaradas pelos consumidores ou até pela mídia.

A marca acaba como mentirosa e associada a uma imagem negativa, que não se preocupa com o consumidor, aceita tudo pelo lucro, oferece produtos de baixa qualidade etc.

Nesse tipo de situação, não tem atalho: a empresa precisa rever seus processos de produção e gestão, e também seus valores e propósito.

Alguma coisa precisa mudar ou a organização precisa se comunicar com mais ética e transparência, ou precisa se transformar internamente para que passe a praticar de fato os valores que comunica.

Branding: um trabalho de construção da imagem da empresa

Na maioria das vezes, essa distância — entre o que a marca deveria ser e o que ela é — é sutil e não tão óbvia. É por isso que o trabalho de branding, com um bom diagnóstico, se torna tão necessário às empresas.

Ao adotar estratégias de branding, uma empresa é capaz de orientar toda a sua ação para a imagem que deseja transmitir, fechando cada vez mais a distância entre o idealizado e o real. Não deixar a imagem em segundo plano é valorizar e proteger a sua empresa e suas vendas.

Tem mais alguma dúvida sobre como a imagem da marca pode afetar a sua empresa? Marque uma conversa com a gente e saiba como podemos ajudar!

Veja também

Comunicação não verbal: o que é, tipos, importância e quando usar16/09/22 Muitas vezes, em nosso dia a dia, nem precisamos falar algo: a mensagem está nos pequenos gestos, até mesmo naqueles que você acredita ter conseguido disfarçar. A comunicação não verbal é importante não somente na vida pessoal, mas, principalmente no trabalho, onde pode influenciar diretamente na qualidade da entrega da sua equipe. Ficou curioso?......
Planejamento estratégico: o que é, importância e como fazer09/09/22 Embora o planejamento estratégico seja uma ferramenta ignorada por muitos gestores, ele deve fazer parte da sua rotina e guiar as ações dos colaboradores. Com ele, é possível desenvolver uma visão de médio......
Comunicação integrada: a importância para seu negócio!27/07/22 A comunicação integrada é uma estratégia que visa melhorar as ações de marketing de uma empresa e o contato com o cliente, promovendo a melhor experiência possível para o interessado. Além......

Voltar para Blog

newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Nome
E-mail
Resolva :

tags blog