Aba 1

BLOG|INCOMUM*

Postado em 05 de Junho de 2020 às 10h29

Série Dores de Crescimento Organizacional

Conteúdo (124)

A HORA DE EXPANDIR - FASE 2

Quando uma empresa sente que é hora de crescer, esse processo pode ser um pouco desconfortável. Em meio a todas as mudanças, medidas devem ser tomadas para recuperar a essência daquele negócio.

Em algum momento da história da organização, chega uma hora em que ela deve priorizar os recursos e os processos. E é aqui que podemos relacionar com aquela dor na canela que todos sentimos durante a infância. Isso significa que a empresa está passando da fase pioneira e mais emocional para a fase estruturada e mais racional.

Antes com uma gestão mais aberta, processos inexistentes e sem papéis definidos, a empresa, agora, começa a sentir que precisa se profissionalizar. Pessoas do mercado passam a ser incorporadas, os profissionais são cobrados por resultados, é estabelecido um planejamento estratégico e a empresa começa a estipular metas.
 

Crescimento que gera desgaste

Todo esse processo faz com que aquela identidade do início, da fase pioneira, fique desgastada, assim como as relações de muita proximidade. As novas pessoas que entram na organização nem sempre entendem qual foi a força mobilizadora que levou tanta gente a fazer parte daquilo.

Na fase estruturada, a identidade e as relações começam a perder força, enquanto os recursos e os processos passam a ser mais importantes. Eles são determinantes para que a empresa possa ter gás e continue se expandindo.

Com essas mudanças, a organização começa a perceber que algo não está correndo muito bem. Seja a necessidade muito grande de troca de pessoas, os talentos que não ficam muito tempo na organização, a rotatividade elevada demais ou o produto que não tem mais a preferência do consumidor como tinha anteriormente.

É nesse momento que ela deve olhar para si mesma e resgatar as relações que antes, ou em algum momento do seu nascimento, eram bem mais fortes.

Quando notamos as características de cada fase da vida de uma organização, fica muito mais fácil saber o próximo passo a ser tomado. Aqui na Incomum, levamos esses conceitos para o nosso trabalho. Assim, conseguimos entregar ao cliente, através do Plano de Voo, o melhor caminho a ser seguido.

O próximo passo nas fases de desenvolvimento é a retomada dos próprios valores. Para saber mais, leia aqui.

Veja também

ESG, Incomum e a comunicação de dentro para fora09/03 ESG remete a empresas que têm virtudes reais. Da mesma forma, o trabalho de comunicação estratégica da Incomum procura o que está além das aparências. No último texto de nosso blog (ESG além dos números: a verdadeira importância das práticas ambientais, sociais e de governança), explicamos o conceito ESG, que avalia o......
ClubHouse e a volta ao velho radinho de pilha17/02 Escrito pelo nosso sócio e fundador da Incomum, o Cuca (Daniel Moreira). Depois de quase um ano rodando o mundo em época de pandemia, a nova rede social ClubHouse cai nas graças dos brasileiros....

Voltar para Blog

newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Nome
E-mail
Resolva :

tags blog