Aba 1

BLOG|INCOMUM*

Postado em 07 de Novembro de 2016 às 11h44

RD SUMMIT 2016 ? DA CONVERSÃO À CONVERSÃO

Conteúdo (105)
Daniel Cuca Moreira, sócio-diretor da Incomum, fala sobre as vantagens e armadilhas do marketing digital e da tendência da nova publicidade feita por engenheiros e não por comunicadores.

Quando a comunicação estratégica sai da mão de comunicadores

Ponto pacífico no mercado e presente também nas entrelinhas do evento: a comunicação de hoje está saindo da mão dos comunicadores e indo para a dos engenheiros (ou dos pseudoengenheiros). Isso me preocupa. Acho maravilhoso termos métricas precisas e respostas rápidas. Sempre clamamos por isso e o marketing, através do digital, finalmente, consegue nos entregar essas informações. Mas há uma distância enorme entre o que se pode e o que se deve comunicar. Títulos que apelam para o "imbecil" em cada um de nós também formam novos imbecis. Existe uma questão envolvida que vai além da ética: é a responsabilidade sociocultural. Devemos medir a eficiência de nossas mensagens, mas que seja entre aquelas que trabalham no patamar da abundância e não no da escassez intelectual. Não podemos esquecer o poder de aculturação que a comunicação detém. Somos responsáveis pelos que cativamos. Temos que fazer pensar. Marcas de respeito preferem consumidores inteligentes. Não queremos apenas meio ambiente e indústria sustentáveis. Queremos também comunicação e relações humanas sustentáveis. Queremos que a publicidade seja mais do que venda; seja conteúdo desejado, gerador de riqueza em um capitalismo consciente. Deve haver um compromisso com o que é correto, um comprometimento com a marca, sua construção e reputação. Somos o que fazemos e o que comunicamos. As marcas também.

Mas a real novidade em termos de mudança pela qual o mundo passa, em ritmo lento e constante (talvez por isso não percebida por todos), é de cunho humano. A valorização das relações e dos propósitos, não só na vida das pessoas como na finalidade das empresas, também estava lá, em aperitivos do que arriscaria ser o tema do RD Summit 2017. A autora do livro "Marketing na Era Digital", Martha Gabriel, apesar do pouco tempo que teve para o tamanho de seu conteúdo, foi a maior expoente sobre, ao meu ver, a maior tendência do mundo dos negócios atualmente. Comunicação é entendimento, empatia e não só uma relação de vale-tudo pela conversão. O mundo digital precisa ainda amadurecer sobre isso. O equilíbrio nos trará melhores resultados a médio e longo prazo.

É bom ver um bando de jovens sedentos por informação, realizando negócios, propondo ideias e conquistando resultados. Mas é meio ruim quando parece que estão sob domínio de uma religião, entoando gritos de louvor a um deus digital. Cautela na idolatria cai bem. É esquisito ver o culto à conversão online se materializar em um templo de conversão off-line.

Nós estivemos presentes, representando nossa matriz em Pelotas e nossas frentes de trabalho de Chapecó, São Paulo e Palmas. O networking é intenso, enriquecedor e ao mesmo tempo competitivo. O que levamos dessa experiência? É que estamos no caminho certo na nossa forma de ser uma empresa de comunicação estratégica; que compreende e aposta nas métricas digitais mas sabe o valor da comunicação bem feita para relacionamentos humanos sustentáveis.

Veja também

O fim das curtidas no Instagram25/07 Qual o impacto do fim da contagem de curtidas no Instagram? O que muda na vida de marcas e da plataforma? A gestora de mídias sociais da Incomum explica....

Voltar para Blog

newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Nome
E-mail
Resolva :

tags blog