Aba 1

BLOG|INCOMUM*

Postado em 29 de Dezembro de 2016 às 21h59

A importância da cultura organizacional

Conteúdo (107)
Neste texto escolhemos 4 desvantagens de não tê-la na empresa

Toda organização é formada por uma política interna, comportamentos, hábitos, valores morais e éticos. O conjunto dessas características de uma empresa é o que denominamos de cultura organizacional. Muitos já estão familiarizados com esse termo, mas não conhecem a sua real importância para o desenvolvimento e crescimento de um empreendimento.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo, abordaremos a definição e a importância da cultura organizacional e destacaremos as quatro principais desvantagens de não tê-la na empresa. Acompanhe!

O que é? 

Cada organização possui um modo específico de ver o mundo e de atuar nele, além de diversas características que constituem suas políticas internas e externas e a personalidade da marca. Isso faz parte do que denominamos cultura organizacional, conceito que pode ser definido como o sistema de significados que os membros de uma determinada empresa compartilham. 

De modo geral, podemos dizer que ela representa as normas que orientam o trabalho cotidiano dos colaboradores, sem que elas estejam necessariamente explicitadas.  Além disso, influencia também alguns processos internos da empresa, como por exemplo a definição de seus objetivos, sua tomada de decisão, sua estrutura hierárquica e suas políticas de reconhecimento e remuneração.

A essência de uma organização aponta a razão da existência, o foco daquele empreendimento no mercado e os valores que norteiam sua atuação, dando sentido para a cultura da marca. Desse modo, por meio dela, é possível responder a questões como "por que essa empresa foi criada?", "para quem foi criada?" e "quais são suas responsabilidades?".

Além disso, a essência traz também a descrição do futuro desejado por aquela organização, onde ela pretende chegar. Ela aponta o principal objetivo da empresa em longo prazo. 

Apresentar os princípios morais e as crenças da empresa também é fundamental para definir qual a imagem interna e externa que ela pretende apresentar. Vejamos o exemplo da Fiat, que define que seus principais valores são a satisfação do cliente, responsabilidade social, respeito ao meio ambiente e valorização e respeito às pessoas. 

A essência da organização é muito importante para criar a personalidade da marca, fazendo com que o público a reconheça e a diferencie com base em suas características. 

Qual sua importância?

A cultura organizacional pode auxiliar no estabelecimento de regras e normas para o comportamento dos colaboradores e melhorar a motivação dos membros da organização e a coerência das ações dos funcionários em relação aos valores da empresa, além de prevenir conflitos internos.

Vale ressaltar que ela também pode contribuir para um planejamento adequado de ações em curto prazo, tendo em vista a visão da organização para um futuro mais distante.

Além disso, um dos fatores determinantes para um bom desempenho da empresa é a capacidade de alinhamento interno dos colaboradores. Esse é um aspecto que garante que todos estejam trabalhando tendo em vista os mesmos objetivos e embasados nos mesmos valores éticos e morais.

No entanto, é fundamental que os membros da organização conheçam a identidade da empresa e sua maneira de atuar e tragam esses valores para o cotidiano de suas atividades profissionais.

Além de seu impacto em aspectos internos do empreendimento, a cultura também reflete em questões externas, influenciando o modo como a empresa negocia, seu relacionamento com clientes e fornecedores e como a marca é reconhecida no mercado.

Quais são as desvantagens de não ter uma cultura organizacional?

1. Dificuldade em selecionar profissionais adequados

Uma das principais desvantagens é a dificuldade que a falta de uma cultura bem definida pode gerar em um processo de recrutamento e seleção de novos profissionais.

Isso ocorre porque um dos aspectos que devem ser considerados em um processo seletivo é o alinhamento dos valores de um candidato à cultura da organização. Se a empresa não define sua identidade e suas principais características, fica difícil para o recrutador saber qual candidato seria mais adequado para trabalhar na instituição. 

2. Falta de alinhamento

O alinhamento ocorre quando todos os membros compreendem e estão comprometidos com a visão e a estratégia da empresa. Além disso, é necessário que as pessoas estejam em cargos adequados e que haja colaboração entre os diversos níveis da organização.

Um desalinhamento pode significar tempo de trabalho gasto com atividades que não estão de acordo com os objetivos do empreendimento e uma diminuição em seus resultados e lucros. Os colaboradores podem, por exemplo, estar focados em tarefas secundárias e não nas principais ações que os levariam a atingir os objetivos almejados pela organização.

3. Desmotivação e falta de comprometimento dos colaboradores

Não ter uma cultura bem definida na empresa pode gerar também a desmotivação e a falta de comprometimento das equipes. Esse problema decorre principalmente da dificuldade em compreender e focar na visão do negócio.

Quando os colaboradores não sabem ao certo quais são os objetivos e as estratégias da organização, a tendência é que eles se desmotivem com suas atividades diárias e não se comprometam com a realização de suas metas.

O planejamento na empresa ajuda os funcionários a compreender, mais claramente, os motivos da existência da instituição ? o que faz, como faz e onde deseja chegar.

Por isso, ter sua visão, missão e valores bem definidos pode ser uma importante estratégia para que os membros da empresa se comprometam e se motivem a realizar suas atividades visando metas mais amplas.

4. Problemas na comunicação e integração dos membros

A comunicação e integração entre os colaboradores são fundamentais para que todos tenham uma conduta comum, condizente com a identidade da empresa. Porém, quando não se tem definida uma cultura, os profissionais podem acabar agindo de maneiras diversas, por não conhecerem os princípios que deveriam nortear suas atividades profissionais.

Para evitar esse problema, é importante definir a cultura organizacional e compartilhar com todos os funcionários da empresa quais são os pilares que a sustentam. Garantir um alinhamento na informação e boa comunicação interna é imprescindível para orientar a ação dos colaboradores com base na identidade da organização.

E então, gostou do nosso artigo sobre a importância da cultura organizacional para o seu empreendimento? Deixe nos comentários suas dúvidas e opiniões sobre esse assunto!

Comentários!

MagnoDepois que aprendi com minha esposa fazer todo processo organizacional minha vida melhorou e muito tanto no trabalho como em casa .
há 1 mês

Veja também

Quem são os millennials? Conheça o perfil da Geração Y21/10 Basicamente, os millennials são as pessoas nascidas entre meados da década de 1985 e o fim dos anos 90 — ou seja, aqueles que têm hoje entre 20 e 35 anos. Sua grande marca é ser a geração que viveu a transição do mundo analógico para o mundo digital, hiperconectado. Os millennials — também chamados de Geração Y —......
DIAGNÓSTICO: UMA PARADA ESTRATÉGICA OBRIGATÓRIA03/10 A sabedoria popular brasileira diz que quem anda para trás é caranguejo. Todo mundo quer evoluir, e isso vale ainda mais para as pessoas jurídicas do que para as físicas. Não é só uma questão de aumentar......
O fim das curtidas no Instagram25/07 Qual o impacto do fim da contagem de curtidas no Instagram? O que muda na vida de marcas e da plataforma? A gestora de mídias sociais da Incomum explica....

Voltar para Blog

newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Nome
E-mail
Resolva :

tags blog