Aba 1

BLOG|INCOMUM*

Postado em 23 de Fevereiro de 2016 às 10h17

MENOS É MAIS

Conteúdo (105)
Use esse princípio no seu processos de comunicação com o mercado.
 
O minimalismo, ou seja, o princípio de reduzir ao mínimo o emprego de elementos ou recursos, é uma tendência na arte, na arquitetura, na comunicação. É também um estilo de vida diante de uma rotina literalmente "atulhada" de coisas para conhecer, entender, resolver etc. Continue lendo esse post e saiba como sua empresa pode (e deve) se apropriar dele para planejar e executar a comunicação.

Menos "blá-blá-bla" e mais atitude. 

Isso vale desde a sua marca, que deve ter poucos elementos e ser facilmente reconhecida em qualquer tipo de aplicação, até a sua revista interna, que talvez seja o seu material mais "parrudo".
Amplie os espaços em branco, conhecidos como respiros, não queira que a logo apareça "gritando" nas peças, como que querendo chamar a atenção a qualquer preço, seja objetivo no conteúdo.
Tem gente por aí que, em pleno 2016, transfere as antigas técnicas de redação corporativa para seus e-mails ou cartazes. "Prezado Senhor, venho por meio desta, informar que..." Lembra disso? Gosta disso? Tudo bem, o exemplo é grosseiro,
mas pode ajudar a olhar para o que você tem feito e se perguntar: precisa dizer tudo isso para comunicar o que realmente importa? O seu público vai chegar na 15ª linha do texto ou nos 25 minutos do seu vídeo para captar o que está querendo dizer.
A regra de ouro do "menos é mais" vale também para ações promocionais, pesquisas e encontros com a equipe. Reuniões de mais de uma hora?! Não, por favor. Você também pode diminuir o número de e-mails, quando pode resolver as coisas com um telefonema. Basta ter bom senso para saber como e quando fazer de uma forma ou de outra. É verdade que o aprendizado passa pela repetição, contudo, se o público sentir o que
você está dizendo, se conectar alguma emoção dentro dele, dificilmente irá esquecer. É comum, na hora de elaborar um planejamento ou criar uma peça, focarmos muito no conteúdo a ser divulgado ou no seu formato, e esquecermos a experiência que queremos provocar com aquilo. Ok, a peça está "completa" e bonita. Pergunte-se: a galera vai ler/ouvir/assistir tudo isso?
Em resumo, chega de "mais do mesmo". Seja objetivo, único e incomum. 

Algumas Dicas:

? Resuma o resumo do que pretende comunicar.
? Vá direto ao ponto, sem dispensar o carisma e a sua personalidade (forma).
? Não confunda o público falando de tudo um pouco numa só mensagem/peça.
? Não force a barra para "bonito" com textos longos ou expressões que não são aderentes à sua marca.
? Faça reuniões em pé, de no máximo 20 minutos, com foco direto nas resoluções.
? Refletir é bom, mas as ideias têm mais valor quando colocadas em prática. Fale menos, faça mais!
? Diminua a burocracia que impede decisões simples dentro da empresa.
Gostou das dicas? Leia outros temas em nosso blog.

Veja também

O fim das curtidas no Instagram25/07 Qual o impacto do fim da contagem de curtidas no Instagram? O que muda na vida de marcas e da plataforma? A gestora de mídias sociais da Incomum explica....

Voltar para Blog

newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Assine a nossa newsletter e recebe estes conteúdos diretamente no seu e-mail.

Nome
E-mail
Resolva :

tags blog